Se você treina Parkour faz pelo menos um ano, eu sei que conhece uma pessoa que começou a treinar e parou.

As vezes foi pela falta de tempo, a faculdade começou a apertar. As vezes acabou indo treinar outra coisa, Jiu-Jitsu por exemplo, e acabou se afastando dos treinos. Seja qual for o motivo, todos sabemos de alguém que começou a treinar e agora está longe dos muros.

Pensando nesse pessoal, em como eles sempre foram valiosos para o nós – Seja como inspirações ou parceiros de debate – proponho uma missão, para todos nós.

O objetivo é convidar um amigo ou conhecido que parou de treinar, não importa quanto tempo faz, a participar de um treino. Não é pra encher o saco, dar lições de moral ou pentelhar. É só convidar a dar uma treinada a dois. Subir um muro, trocar uma ideia, relembrar o quanto ele curtia o Parkour. Não precisa criar um treino estruturado pra isso, uma rotina brutal de físico, basta curtir o clima do treino e se divertir.

A missão é simples, mas como resultado podemos ter de volta pessoas que fizeram ou ainda podem fazer grandes coisas pela nossa comunidade.

Este é um texto mais curto, mas planejado para ser assim, uma mensagem rápida sobre como ajudar alguém que já esteve treinando conosco e agora encontra-se distante. Este texto reflete o que eu gostaria que as pessoas fizessem quando me afasto do Parkour. Muitas vezes o que falta na pessoa é um amigo para convidar, um parceiro para compartilhar o muro.

O que me diz da ideia? Faça o convite e compartilhe com a gente o resultado!