Pensando a respeito de nossas ações na Movimente, acabei me deparando
com um texto sobre o peculiar crescimento do bambu chinês.

Após sua semente ser plantada, apenas poderemos ver o lento
desabrochar de um pequeno broto a partir do bulbo. Durante
aproximadamente 5 anos o crescimento é invisível e subterrâneo. Mal se
imagina que uma raiz maciça e fibrosa, que se estende na vertical e na
horizontal, está sendo formada.
Mas no final do 5º ano, o bambu chinês cresce até atingir a altura de 25 metros.

Esse fato é relatado pelo escritor Stephen Covey, que compara essa
peculiaridade a coisas de nossa vida. Da mesma forma que ele fez,
pretendo comparar esse fato a nossa evolução, seja no parkour ou em
qualquer campo de nossa vida.

Se hoje estamos nos dedicando, trabalhando, esforçando, investindo
nosso tempo em algum projeto sem ver o crescimento que gostaríamos, é
porquê o nosso quinto ano ainda não chegou e uma base sólida e firme
está sendo formada. Se agora não vislumbramos nosso crescimento
devemos continuar persistindo e nutrindo nossos projetos. Quando o
momento do crescimento exponencial chegar a base estará pronta para
resistir aos ventos. Ai sim virá a esperada mudança.

Com isso lembrei de uma frase de não sei quem, que vi não sei onde:
A paciência é uma arvore. Poucos conhecem o doce sabor de seus frutos.

Treinem e façam tudo em suas vidas com paciência.