Nada no Parkour é mais básico e essencial do que correr. Todo percurso, tudo que treinamos dentro do Parkour será integrado dentro de um único momento, quando estivermos correndo, raramente vamos parar para fazer algo, o que chamamos de “Flow“, ou a Fluência entre os movimentos é a capacidade de conseguir juntar movimentos seguidos sem parar, simplesmente “seguir o fluxo”.

Quando começo treinando algum iniciante e que provavelmente vai treinar por muito tempo comigo, uma das primeiras coisas que faço é convidar para correr comigo, correr te ensina muitas coisas você mesmo.

Quando corremos temos que aprender a controlar nossa respiração, caso contrario cansamos rápido demais, temos que controlar o ritmo nem muito rápido, nem muito devagar, encontrar o ponto certo conhecer a capacidade do seu corpo é algo que você vai precisar sempre e correr é uma boa forma de encontrar esse conhecimento. Correr nos ajuda a assimilar os pensamentos enquanto estamos sob o stress do esforço físico, coordenar os movimentos, controlar os passos e o melhor de tudo, é uma das melhores atividades para a saúde humana.

Começando a Correr

Correr é uma atividade que não se acorda e se sai fazendo, apesar de muita gente achar que é diferente, correr é uma atividade que exige determinado condicionamento prévio, nem todo mundo consegue correr 20, 30, 40 minutos sem parar.

Se você tem dificuldades em correr pode começar caminhando, pouca gente sabe andar direito! Ande prestando atenção na respiração e nos seus passos, é importante que seus passos sejam sempre suaves o mais leve possível, mais pra frente você vai precisar disso, quanto mais leve, menos impacto seu corpo recebe, e menor é a possibilidade de se lesionar.
Comece andando e vá acelerando o ritmo, com o tempo comece a correr e andar em intervalos curtos, corra a distancia de 1 minuto, ande 4. Com o tempo vá aumentando o tempo de corrida, e diminuindo as caminhadas, até que consiga correr por todo o tempo, ou percurso.

Corra de formas diferenciadas

Corra de frente, alterne para passos laterais, corra de costa, use a imaginação isso vai ajudar a aprender como se movimentar em diversas situações, senso de direção e reflexo.
Corra na grama, no asfalto, na chuva. Quando possível faça tiros (corridas bem rápidas com toda capacidade por um período de 10 a 15 segundos) e depois volte ao ritmo normal, isso vai te ajudar a lidar com a explosão dos movimentos e seu coração se acostumar com esse esforço repentino . Corra pulando pequenas coisas galhos, meio fio, distancias imaginarias, movimente seu corpo. Corra de tênis, corra descalço! Abuse das possibilidades.

Corrida e o Parkour

Na prática corrida acaba sendo sub-utilizada quando treinamos Parkour em locais fixos e acabamos nos prendemos a movimentos isolados (isso não é errado!), mas tente também correr um pouco até chegar o ponto do obstáculo, para chegar um pouco cansado e desgastado isso muda a perspectiva de dificuldade dos obstáculos.

Quando vou correr?

Correr é uma ótima alternativa de treino, muitas vezes ficamos exaustos e doloridos dos treinos mas não queremos ficar parados, queremos nos movimentar, correr de leve num domingo a tarde é um ótimo recurso para quem quer descansar ativamente (em outro post vou falar sobre descanso ativo). Procure correr pelo menos 3 vezes na semana, quando tiver pouco tempo para treinar, corra por 3o minutos, utilize a corrida como um auxilio a falta de tempo, e como descanso.

Problemas

Existem alguns problemas que podemos passar quando começamos a correr, mas para tudo existe uma forma de se prevenir ou resolver.

– Tontura: Normalmente quando estamos muito tempo sem comer e o corpo sente falta de energia, comer carboidratos (pão integral de preferencia) 30 minutos antes do exercício ajuda a fornecer energia para o corpo, muita gente opta também por maltodextrina , um carboídrato de absorção gradativa para tomar durante as atividades, custa em media 12 reais o kilo, e é vendido em qualquer farmácia ou loja de suplementos, não faz mal pra saúde.

– Dores na canela: A Popular Canelite (Periostite) é uma inflamação na membrana que envolve a Tíbia. Pode ser causada por correr em terrenos muito rígidos, ou pelo modelo de tênis que estiver usando. Tente diminuir o ritmo ou correr na grama quando sentir essas dores. Se não resolver tente usar um tênis diferente.

Quando qualquer sintoma persistir procure um médico que possa auxiliar diretamente no tratamento.

Mas correr é chato !

Vou dizer que não foi desde sempre que achei correr a coisa mais legal do mundo, demora um pouco até tomar gosto e aprender a se focar enquanto passa 40 minutos correndo por ai. Correr na rua, ao invés de usar esteiras é muito bom por isso, você pode olhar a paisagem, ver as pessoas  e respirar um bom ar puro. Se realmente tiver sem vontade de correr, chame um amigo correr com amigos sempre faz tudo ficar mais facil. Ritualize crie um horário e dia especifico para correr, sempre marquei domingo de manhã no parque, era como ir a praia (brasilia não tem praia).

Qualquer duvida, entre em contato alberto@parkour.com.br

Bons Treinos.