Oi Alberto, Tudo bem?

Eu queria pedir uma ajuda sua cara, já que você tem bastante experiência no Parkour. Eu me encontro numa situação difícil, no qual treino 3 vezes por semana (2ª, 4ª e 6ª) e as vezes no domingo, porém, só tenho 1h, no máximo 1h20 de tempo disponível (das 8h as 9h) pra treino.

Devido aos meus estudo na faculdade esses foram os horários que consegui separar para treino. Infelizmente não estou vendo muito progresso com essa carga horária. Tentei focar em treinos físicos no qual escolhi 3 exercícios para a parte superior e 2 para a parte inferior do corpo, fazia esses 5 exercícios sem descanso, após isso descansava 2 min e repetia todo o processo 5 vezes (na verdade eu tentava). O problema é que sempre passo muito mal na terceira repetição, paro o treino físico, descanso ai depois eu foco na técnica pro Parkour.

Quando eu treino aos domingos eu tenho mais tempo, assim da pra focar bastante no físico e depois em técnica. 

Gostaria de pedir algumas dicas de treino focando mais em condicionamento mas sem deixa a técnica de lado, de forma que eu possa sentir alguma evolução, nem que seja a longo prazo. Meu objetivo é ficar forte! 

Desculpe pelo texto grande ou se usei o espaço errado para essas perguntas. Acompanho seus posts, e de outras pessoas, no DECIMADOMURO e outros sites.

Parabéns pelo trabalho.
José. 

—————————————-

José,

Fico muito feliz em responder este tipo e email, acredito que ajudando assim diretamente, podemos melhorar muito a vida de quem treina.

Eu estava escrevendo praticamente uma bíblia sobre treinamento físico como resposta, mas entendi que estaria complicando as coisas mais do que simplificando. Vou tentar manter as coisas bem diretas para não dificultar a aplicação e também ajudar outras pessoas que tenham a mesma dúvida (vou usar esta resposta como post no DECIMADOMURO). Por aqui, fica o conselho de ler tudo o que puder encontrar sobre repetições, intervalo de descanso e periodização.

O modelo de treino com circuitos me agrada bastante, e você não conseguir terminá-lo significa uma boa coisa. Nem todo treino é construído para ser terminado. Alguns treinos são feitos para você conseguir terminá-los depois de um tempo praticando.

Qualquer tipo de treinamento é organizado com um pouco de tentativa e erro, o treino de Parkour não foge disso, então esteja disposto a tentar, observar o que funciona e modificar o que não funcionou para conseguir resultados maiores.

Você disse que busca aumentar sua força, mas vou ignorar esta informação, porque nos levaria a um debate filosófico onde acredito que tudo é força (força de resistência, força explosiva, força máxima e por aí vai). Entendendo que tenta melhorar seu Parkour, vou propor algumas coisas, teste, modifique e melhore de acordo com o seu gosto.

Exercícios como flexão, agachamento e barras são excelentes complementos para o treino e devem sim ser utilizado sempre, mas é interessante investir em movimentos do Parkour para que eles se tornem cada vez mais naturais e mais fáceis. Um sendo a força geral, outro a força aplicada ao que você procura, sua atividade fim.

Tente usar landings (aterrissagens) de lugares baixos (altura da cintura no máximo) como exercícios para as pernas. Agachamentos são eficientes , mas landings aumentam a quantidade de peso e condicionam o corpo ao estresse que realmente precisa, suas pernas recebendo todo seu peso. Com isso em mente, utilize subidas de muro como exercício para os braços e por aí vai. Faça 30, 50 ou 100 repetições desses movimentos por treino.

Você pode fazer circuitos com eles também: 5 landings, 5 subidas de muro, 5 saltos de precisão e 5 passagens por cima de um obstáculo, descansando ao fim. Mudando o foco do treino para a força de resistência muscular. A idéia aqui é: Divida o Parkour em movimentos simples e utilize eles como exercícios.

Para aumentar a eficiência, tente misturar os exercícios convencionais aos movimentos.

Uma outra forma muito eficiente de trabalhar o físico e o Parkour ao mesmo tempo é criando um pequeno percurso onde executa 3 a 5 movimentos sem parar. Salta para o muro, sobe, faz um salto de precisão e finaliza com um landing. A repetição de movimentos e a execução repetida do percurso devem trabalhar o fôlego em conjunto com os músculos.

Como seu tempo é pouco, acredito esta seja a melhor forma de treinar e ver realmente algum progresso prático, ao mesmo tempo que treina os movimentos Parkour, que é o objetivo no final das contas. É super importante entender que o corpo se acostuma aos estímulos, então no futuro talvez precise intensificar os exercícios e utilizar pesos para mudar um pouco os estímulos, voltando a sentir resultados mais significativos.

Eu precisaria de muito mais conhecimento sobre você para organizar um treino, mas acho que com as informações acima você poderá incrementar um pouco o treino e ver mais resultados em seus treinos de Parkour.

Também deixo abaixo um vídeo com alguns exemplos de exercícios que podem ajudar a criar treinos diferenciados.

Grande Abraço.

Se você tem perguntas para serem respondidas aqui, envie seu email para responde@decimadomuro.com.bralgum dos editores deste site irá responder com todo prazer.